Nos últimos dias aconteceu em Brasília no Museu Nacional a 12a edição do Encontro Internacional Arte e Tecnologia. O evento é promovido em parceria pelos Medialabs da UFG e da UnB e fui lá para conferir algumas palestras e a exposição. Queria ter conseguido ficar por conta do evento durante todos os dias, mas de todas formas registro algumas percepções sobre as apresentações, as obras expostas e a interação com os artistas.

Sobre o formato das apresentações

Fiquei positivamente surpresa com o formato das mesas, além das palestras com referência da área. Ao observar o programa imaginei aquelas mesas redondas que existem em outros encontros de arte e tecnologia. Não sei se por uma restrição de espaço, ou por real opção de formato estes debates contavam com apresentações super dinâmicas com tempo limitado. De forma que a pessoa que estava falando sobre seu projeto tinha que praticamente fazer um pitch do trabalho de forma sucinta objetiva, explorando a necessidade de síntese contemporânea.

Conteúdo das falas, ou a grande descoberta

Em meio a tanta gente conhecida uma descoberta inesperada! O professor Raul Niño Bernal da Universidade Javeriana de Arquitetura e Design da Colômbia fez uma apresentação bem interessante sobre alguns conceitos que venho pesquisando como; não linearidade, adjacentes possíveis, emergência e incertezas. Ele trabalha com o futuro das cidades e habitações em dimensões de bio e nanotecnologia, além da cognição e informação. Outra coisa que me chamou a atenção em sua palestra foi o fato dele falar sobre a questão da sustentabilidade sem utilizar o termo sequer uma vez! Demonstrou uma enorme habilidade de abordar o tema sem adotar o discurso “eco-chato”, a pesar de ter soado pessimista a alguns.

Sobre a exposição das obras

Adorei o trabalho Espante os corvos de Van Gogh! A obra foi desenvolvida no Medialab da UFG sob a coordenação do professor Cleomar Rocha. Consiste em uma tela realmente interativa em que os pássaros voam, ou são espantados por quem passa diante do quadro. A sobre fica projetada na tela o que permite algumas outras brincadeiras tanto com a obra de Van Gogh como com a instalação! Muito bacana mesmo!

Outros trabalhos era também muito legais, como a instalação do projeto do Parque das Cidades, em que o ambiente do aquário de peixes reagia a presença dos participantes. Mas em geral observei poucos trabalhos que de fato interativos.

Bom, quem me conhece sabe que tenho uma forte crítica com relação a suposta interatividade de algumas obras de arte e tecnologia. Todo o respeito à video arte, performance e outras formas de expressão. Entretanto não se pode colocar tudo dentro da mesma “categoria”. Arte interativa significa que necessariamente a obra reage às ações do público. É uma questão básica de cibernética, que até posso desenvolver em outro momento. É importante ressaltar que não deixo de levar em conta que no campo da arte e tecnologia também existem obras em que o espectador apenas contempla a produção do artista e ponto final. Mas isso não é arte interativa!

Sobre as interações com os artistas

O melhor sempre fica pro final, claro! Fui pro Museu Nacional com uma colega do mestrado que trabalha com o Mapa Gentil e lá encontrei um monte de gente que não via há anos. Depois da palestra do Haytham Nawar do Egito, estávamos todos com fome e fomos para o lugar de sempre de Brasília (leia-se Balaio Café). Tive o prazer de conversar com figuras interessantes responsáveis pela Oficina CABEÇA BNAURAL: Cartografia dos Sentidos. Localização e especialização do som tridimensional, os professores Josep Cerdá da Universidade de Barcelona e Lilian Amaral da IAUNESP. Comemos, bebemos, trocamos cigarros orgânicos (o Josep com o Manitou e eu com o Mutuca) e conversamos muito. E no final da noite eles perguntaram, “quando vai ser sua palestra mesmo?” Bom, quem sabe no próximo ano!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s