Mapeamento colaborativo; o sucesso do PokemonGo

Mapeamento colaborativo; o sucesso do PokemonGo

O primeiro sistema de mapeamento colaborativo que tive contato foi o OpenStreetMap. Nunca cheguei a atuar diretamente com o projeto, pois ainda resistia à telefonia móvel por motivos de privacidade. Há pouco mais de dois anos me rendi à comodidade do 4G tendo a plena consciência de que, a partir de então, entraria para a base de bilhões de pessoas cujos dados são comercializados por corporações transnacionais de tecnologia.

Tendo em vista que meus dados pessoais já estariam no mercado da big data e, eventualmente, nos bancos de vigilância, porque não aproveitar e me divertir? Afinal de contas “if I can’t dance, that is not my revolution“.

Há pouco mais de um ano, um amigo de BH me mostrou o Ingress, jogo de geolocalização da Niantic Labs, uma startup que surgiu dentro do Google (aquela empresa em que as funcionárias tem 30% do tempo de trabalho “livres” para tocarem outros projetos). Hoje a Niantic está mundialmente famosa devido ao PokemonGo.

Continuar lendo “Mapeamento colaborativo; o sucesso do PokemonGo”

MinC abre duas novas consultas públicas

Publicado originalmente no Culturadigital.br.

O Ministério da Cultura, por meio da Diretoria de Direitos Intelectuais, abre duas consultas públicas sobre instruções normativas que visam regulamentar a Legislação de Direitos Autorais, no que tange às novas competências conferidas pela Lei nº 12.853/2013, regulamentada pelo Decreto nº 8.469, de 22 de junho de 2015 e Instrução Normativa/MinC nº 03, de 07 de julho de 2015 (PDF). Continuar lendo “MinC abre duas novas consultas públicas”

Desenvolvimento da plataforma das eleições do Conselho Nacional de Política Cultural

Publicado originalmente no culturadigital.br.

Como elaborar um cadastro de eleitores e candidatos dos 26 estados do Brasil e Distrito Federal relacionado a dezesseis setoriais? E simultaneamente relacionar este cadastro a 432 fóruns em que as pessoas postem comentários e votem nas candidaturas? Continuar lendo “Desenvolvimento da plataforma das eleições do Conselho Nacional de Política Cultural”

Compartilhando trabalhos recentes

Compartilhando trabalhos recentes

Publicado no blog designlivre.org

Quando estávamos escrevendo o livro Design Livre, em janeiro de 2012, tinha acabado de terminar uma especialização em Design de Interação na PUC-Minas. E o trabalho era justamente sobre o tema, olha o título; Inovação no Design de Interação: Design livre para modelos sustentáveis. Tratava o design livre como processo de inovação que podia ser utilizado para projetos de design sustentável e emocional. Continuar lendo “Compartilhando trabalhos recentes”

Democracia 3.0: Interação entre governos e cidadãos mediada por tecnologias digitais

Agora sou mestra em design! Melhor, em design de informação e interação! O PDF do trabalho já está online aqui. Foram dois anos muito bem vividos, parte em BH, parte aqui em Brasília. A Universidade de Brasília foi um universo magnífico de criatividade e liberdade. Um campus aberto, sem cercas, em uma cidade que aprendi a gostar. Abaixo o vídeo da defesa na banca e os slides de apresentação.

Plataforma eleitoral Conselho Nacional de Políticas Culturais

Plataforma eleitoral Conselho Nacional de Políticas Culturais

Como elaborar um cadastro de eleitores e candidatos dos 26 estados do Brasil e Distrito Federal relacionado a dezesseis setoriais? O caminho mais fácil era sem dúvida um formulário gigante para inserção de dados. Afinal de contas em HTML5 ficou tudo mais simples. Mas este é o pensamento do desenvolvedor, não do designer.

Tive a liberdade de fazer a engenharia reversa e, com isso, mudar inclusive a lógica da programação. Por isso, atenção vocês que desenvolvem projetos Web e deixam o design só para o final! Continuar lendo “Plataforma eleitoral Conselho Nacional de Políticas Culturais”

Construção da plataforma da Política Nacional das Artes

Construção da plataforma da Política Nacional das Artes

O Culturadigital.br retoma sua vocação de inovação na formulação de políticas públicas colaborativas desenvolvendo e hospedando a plataforma da construção da Política Nacional das Artes, lançada hoje (9/6), na Funarte, no Rio de Janeiro.

A principal novidade é que as pessoas poderão optar por interagir em diferentes níveis de participação. É possível votar em prioridades, com apenas um clique, além de comentar os planos setoriais de Artes Visuais, Circo, Dança, Música, Literatura e Teatro. Continuar lendo “Construção da plataforma da Política Nacional das Artes”