Notas sobre a Escola de Governança da Internet no Brasil

Notas sobre a Escola de Governança da Internet no Brasil

Ano passado, alguns colegas e amigos foram para a primeira turma da Escola de Governança da Internet no Brasil, um curso de curta duração com 46 horas aula, promovido pelo CGI.br. Este ano, não hesitei e fui uma das selecionadas da segunda turma com um texto sobre diversidade cultural na Internet.

Além do intensivo da semana de imersão, o curso contou com algumas atividades prévias e bibliografia preparatória. Deste material vale destacar o já clássico texto do Barlow “A Declaration of the Independence of Cyberspace“, mas também o excelente artigo Facebookistan sobre a eterna questão da jurisdição da Internet e em tempos de Internet.org.

O material prévio ainda tinha uma saudação à Jon Postel no RFC: 2468 e o Libraries of the Future (PDF) do Licklider, escrito em 1965 (!) e o  “The Computer as a Communication Device”, de 1968.

A seguir coloco alguns comentários que fui anotando ao longo da semana. Vale destacar que todo o conteúdo das palestras está aqui. Continuar lendo “Notas sobre a Escola de Governança da Internet no Brasil”

Impressões sobre o WP

Fuçando o wordpress desde ontem entendi porque o pessoal do Culturadigital.br resolveu construir o Fórum com este software. Tá tão simples a construção de um blogue que vou continuar batendo o pé e torcendo o nariz para quem começa a usar (ou pior, ensina a usar) o blogger.com. Por lá fiz um teste também, além de ter usado no passado com o Corpo Sem Órgãos e o Ações Provocativas.

Tinha me registrado por aqui em 2008 acho que para fazer um comentário e consegui resgatar a conta (as do blogger não consigo recuperar a senha por nada… acho que era cadastro com algum e-mail que não uso mais, tipo do terra ou uol….). Aí enfim cá estou testando.

O que vale destacar não só do wordpress, mas de outros serviços web tanto software livre como identi.ca, como o facebook é a integração das contas, desejo das redes das antigas e que agora percebo funcionar bem.
E o wordpress por ser software livre não deixa de ganhar dinheiro oferecendo produtos agregados. Invertendo a situação o Google dá superte ao desenvolvimento em software livre do chromium, projeto de navegador que deu origem ao Google Chrome.

Vou lá no lanche da manhã com frutas.