Subtropicalismo ainda que tardia

Tô indo pra 7ª edição do festival Submidialogia — subtropicalismo ainda que tardia. O evento ocorrerá em Paranaguá (PR/Brasil) entre os dias 04 a 08 de setembro de 2010 com o objetivo de promover mais uma vez o encontro de alta complexidade simbólica entre culturas populares e cibercultura; no caso a lutheria da casa Mandicuera e o hacking politico e gambiarras truquenológicas de orquestra organismo, panetone, chgp, habib, fabib, entre outrxs.

O evento financiado pela maior indústria petrolífera do país ocorre justamente em um local onde as pessoas vivem as consequencias (e delírios) derivados de um acidente ambiental operado pela instituição finaciadora.

Interessante notar como as gerações registraram o ocorrido na composição “Moda do peixe morto” abaixo interpretada;

Movimentações

Não é lá muita surpresa que adoro desafios, coisas instigantes, novidades e ainda tenho uma quedinha pelo risco… Depois que tive as crianças, as viagens foram as experiências que mais proporcionaram este tipo de emoção e, como tenho contatos e trampos pelo mundo afora, isso tornou-se a fuga perfeita da rotina. Viajar e fazer dinheiro. Muito prático e divertido.

Por outro lado, tem todo o movimento de voltar a estudar, que tô levando super a sério na pós de Design de Interação. Super upgrade. Isso tudo ao mesmo tempo em que decidi colocar mais as crianças na roda e nas viagens, incluindo-as no pacote dos trampos e consultorias. Afinal sou três há cinco anos 🙂

O lance foi que tinha encontro do Estúdio Livre, proposta de oficina no Bailux em Arraial e eventão com espaço para gênero e tecnologia em Santarém, todos convites/trampos pra mesma época.

E semana passada finalmente conheci Fortaleza, e em uma ocasião super especial da Teia 2010! Tinha vontade de conhecer a capital do Ceará desde o Anti-Bid em 2002! Muito tempo mesmo. Uma turma massa anarquista local. E pra mineirx tudo é melhor com praia…. Ainda mais política!
Continuar lendo “Movimentações”