Notas: Participatory Democracy Revisited

O artigo é uma revisitação à teoria da democracia participativa após, quarenta anos da publicação do clássico “Participação e Teoria Democrática” (Pateman, 1970). A autora parte de uma análise sobre a democracia deliberativa, muito em prática nas décadas recentes, apresentando análises de iniciativas de “mini-publics”, para então diferenciá-la da teoria da democracia participativa. Na visão da autora tais iniciativas não se caracterizam como práticas de uma democracia participativa já que, muitas vezes são instâncias meramente consultivas, ou de promoção e difusão da informação.

Em seguida se utiliza do exemplo do Orçamento Participativo de Porto Alegre e como ele foi difundido pelo mundo, para demonstrar como cada vez mais a sociedade civil interage com os governos em diversos níveis e esferas para mostrar que ainda é possível pensar em modelos de democracia participativa.

Continuar lendo “Notas: Participatory Democracy Revisited”

Democracia 3.0: Interação entre governos e cidadãos mediada por tecnologias digitais

Agora sou mestra em design! Melhor, em design de informação e interação! O PDF do trabalho já está online aqui. Foram dois anos muito bem vividos, parte em BH, parte aqui em Brasília. A Universidade de Brasília foi um universo magnífico de criatividade e liberdade. Um campus aberto, sem cercas, em uma cidade que aprendi a gostar. Abaixo o vídeo da defesa na banca e os slides de apresentação.