Economia Criativa no Movimento Minas

Há dois meses estou absolutamente imersa no tema da Economia Criativa no Movimento Minas, o que tem sido muito interessante e feito com que me lembrasse dos tempos da Cultura Digital no Ministério da Cultura.

De fato e curiosamente – já que não acredito em coincidências – a primeira vez em que estive com o então Ministro Gilberto Gil e encontrei pessoalmente o José Murilo, conhecido da lista Metáfora, foi no Fórum Internacional de Indústrias Criativas em 2005, quando morava em Salvador.

Hoje iniciamos o desafio de gerar colaboração em rede justamente com a proposta de articulação (que me remete à lista articuladores, que fortaleceu princípios da cultura livre no Programa Cultura Viva) a partir da seguinte pergunta: Qual é a sua ideia para integrar pessoas, negócios e iniciativas criativas em Minas?

duas questões importantes e inovadoras na abordagem do Movimento Minas: a primeira delas é que temos um órgão governamental disposto a prototipar e testar políticas públicas, utilizando-se da metodologia do Design Thinking. A segunda é o olhar integrado para a diversidade e singularidade – o “glocal” – ao tratar a Economia Criativa não por setores, como os ingleses que definiram 13 caixinhas, mas como áreas do conhecimento e profissionais interdisciplinares.

E como diriam há dez anos, vamos que vamos!

Animando Conteúdos Educacionais com Gimp

Animando Conteúdos Educacionais com Gimp – Neste post publico algumas das dezenas de animações animações produzidas em Gimp, na Oficina de Stop Motion, que realizei no Núcleo Amigo do Professor, do Plug Minas. As oficinas aconteceram em 2010, com 4 horas e, em 2011, 8 horas de duração.

Logo em breve publicarei um artigo falando dessa experiência e de outras, como a oficina de Narrativas Audiovisuais, que fiz este mês no Oca Digital.

Continuar lendo “Animando Conteúdos Educacionais com Gimp”

Entrevista para Luiz Carlos Pinto

Entrevista para Luiz Carlos Pinto – Final de 2008, o Lula, me procurou para conversar sobre minha experiência na cultura digital para sua tese de doutorado, intitulada “Ações coletivas com mídias livres: uma interpretação gramsciana de seu programa político”, que deve virar livro. Marcamos um skype e falamos por quase uma hora (eu falei mais!).

Na primeira parte, falamos sobre o histórico de minha atuação na área, desde os tempos de Indymedia Brasil, em 2001, até a Teia de 2008.

Inclusão digital, ativismo, tecnologia, pontos de cultura, política, comunicação, feminismo, democracia, radicalismo, software livre, gênero foram outros temas.

Confira: Parte 1 | Parte 2
Continuar lendo “Entrevista para Luiz Carlos Pinto”

Dados de 2011 – Este blog foi visitado cerca de 2.600 vezes em 2011 e nele foram publicados 11 novos artigos, aumentando o arquivo total para 47 artigos. O dia com mais tráfego foi 1 de setembro e o artigo mais popular nesse dia foi O Design de Interação. O artigo mais comentado em 2011 foi Latinoware 2011. Alguns visitantes vieram à procura, sobretudo por antropologia contemporânea, título deste artigo aqui, de 2010.